Avançar para o conteúdo principal

Atlas do Ambiente - Zonas de Protecção Especial para Avifauna

Como prometido no "post" de reabertura do blog, aqui fica uma das cartas integrantes no Atlas do Ambiente.

A fonte dos dados é da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) que fornece ficheiros SHP, que após algum processamento podem ser convertidos em KMZ(s) interactivos.
Nesta carta são visíveis as Zonas de Protecção Especial para Avifauna, cada "mancha" ou polígono é interactivo, pelo que, ao passarmos com o rato sobre cada mancha, aparecerá o nome de cada área de reserva.

Podemos também clicar sobre cada polígono individualmente para termos acesso a mais informação no formato de balão.

Pode-se ainda, consultar a ficha técnica da carta clicando sobre a pasta "sublinhada a laranja" na imagem em cima.

Esta é uma das Cartas Integrantes no Atlas do Ambiente GEPT que o GoogleearthPT tenciona lançar até ao final do ano de 2009.

Ficam então as ligações:
Resta apenas, para efeitos legais, a nota de direitos de autor:

DIREITOS DE AUTOR

A informação é propriedade do Instituto do Ambiente e goza da protecção dos direitos de autor.

A utilização e divulgação em público ou por qualquer forma dirigida a terceiros, desta informação, deverá indicar sempre a sua origem, "Atlas do Ambiente Digital – Instituto do Ambiente".

Os utilizadores interessados em usos comerciais do Atlas devem contactar o Instituto do Ambiente.

Cumprimentos,
GoogleearthPT

Comentários

Mais populares...

Regiões Administrativas ao Nível dos Concelhos

Hoje ofereço-vos um pequenito presente, criado pelo já famoso, na comunidade google earth, Valery35. Ao que percebo, trata-se de um utilizador de GE Russo que criou uma empresa de produção de software, mais concretamente, pequenos aplicativos que interagem entre o Google Earth e o ArcGIS um software semelhante ao Microstation mas virado para informação geográfica. O ArcGIS, na sua versão oficial, vem já com uma base de dados enorme sobre divisões políticas ao nível de freguesias, em alguns paízes. Este nosso amigo, deu-se ao trabalho de passar essa informação, existente no ArcGIS sobre o nosso canto Oeste da Lusitânea, para o Google Earth convertendo-a com um aplicativo criado pela sua empresa. O resultado é este, as Regiões Administrativas ao Nível dos Concelhos.
Na imagem directamente em cima podem ver que o nível de detalhe estende-se às Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira. No contorno das Ilhas, normalmente invisivél dada a falta de detalhe nos perímetros fronteiriços do nosso …

Atlas do Ambiente - Carta de Acidez e Alcalinidade dos Solos

Mais uma carta do Atlas do Ambiente.
No anterior post sobre o Atlas do Ambiente, falámos sobre futuras cartas a serem disponibilizadas aqui no GoogleeartPT, esta é mais uma.

A carta de Acidez e Alcanilidade dos solos, refere-se à análise do PH dos solos em água com amostras de todo território continental.

Nesta carta são visíveis, através de polígonos interactivos, os seguintes critérios de classificação dos solos segundo o seu PH e (Alcalinidade): <= 4.5Entre 4.6 e 5.5Entre 4.6 e 5.5 + (5.6 a 6.5)Entre 4.6 e 5.5 + (7.4 a 8.5)Entre 5.6 e 6.5Entre 5.6 e 6.5 + (4.6 a 5.5)Entre 5.6 e 6.5 + (6.6 a 7.3)Entre 5.6 e 6.5 + (7.4 a 8.5)Entre 6.6 e 7.3Entre 6.6 e 7.3 + (5.6 a 6.5)Entre 6.6 e 7.3 + (7.4 a 8,5)Entre 7.4 e 8.5Entre 7.4 e 8.5 + (5.6 a 6.5)Entre 7.4 e 8.5 + (<=4.5) A ficha técnica da Carta de Acidez e Alcalinidade dos Solos, é visível ao clicarmos sobre a pasta principal "Acidez e Alcalinidade dos Solos". (ver imagem)

É ainda possível, navegar pelas diversas pastas, isol…

Atlas do Ambiente - Biótopos CORINE

Mais uma carta do Atlas do Ambiente.

O Projecto Biótopos Corine 2000 teve como objectivo efectuar uma compilação das componentes físicas e biológicas mais importantes para a Conservação do Meio Ambiental na Comunidade Europeia. Os locais incluídos no Projecto Biótopo caracterizam-se pela existência, no local, de espécies florísticas e faunísticas vulneráveis e de unidades fitossociológicas; pelo "valor do Sítio" relativamente a certo nível taxonómico e "valor do Sítio relativamente a um sintaxon de unidades", assim como pelo valor geológico, geomorfológico ou paisagístico do Sítio.

Os biótopos Corine serviram ainda, como base para o levantamento realizado aquando da construção da lista da Rede Natura, é por este motivo que a sua distribuição geográfica coincide com estas áreas.
Nesta carta são visíveis, através de polígonos interactivos, as diversas zonas demarcadas como Biótopos (habitats) CORINE.
Embora os biótopos Corine não tenham valor legal são indicativos da s…